.

Depoimentos

.

Caros Clariceanos,

O Espaço Clarice irá colher depoimentos com o intuito de colocá-los em nossa barra lateral.
Os depoimentos devem ser deixados nos comentários dessa postagem.

* Os depoimentos podem conter até 300 caracteres (aproximadamente quatro linhas).

Temas:

* Por que Clarice?
* Comente sobre o nosso espaço.

Tem outra tema? Não há problema. Escreva-nos!

6 Clariceanos:

angela disse...

Parabéns pelo blog, amei!

Indi Martins disse...

“Suponho que me entender...” esta frase me apresentou Clarice, fui além das indicações po professores de literatura, eu queria ler Clarice, saber dela... sem pretensão de entende-la, bastava senti-la e isso acontecia a muito tempo. Clarice é trocar naturalmente sentimentos por letras. Ela fala ao nosso ouvido e aos nossos olhos aquilo que queremos escrever, aquilo que queremos dizer e não sai...

Mr.c disse...

Sinto Clarice como que uma alma quase gemea,todos os sentimentos ,frases vem da alma são vivas para sempre! E eu tenho a alma assim como a dela,contraditória e firme ,forte e dócil,sempre fez o que quis ,e sempre foi firme e respeitada.Não sei se é loucura ou coragem,mas sei que chega a ser perverso.

Anônimo disse...

Bom, Clarice é uma tradutora da alma humana - sem ter tido em momento algum essa pretensão - e é por isso que nos fascina tanto... é feminina sem ser feminista, clássica e no entanto contemporânea. Clarice Lispector é do tipo que, quando se tem algo a dizer mas não se encontra as palavras certas, basta apenas falar: "Sabe aquele trecho em que Claice diz tal coisa? é assim!"
E isto é o suficiente, suponho que ela já tenha criado todo um dicionário de sentimentos que não têm nome!

Anônimo disse...

a clarice é vagas (sim,erro de concordância proposital..)de amor.é excessivo,é extenuante mas você crerá talvez jamais que poderá se isentar desse amor,de senti-lo,de tocá-lo de certa forma.assim você se toca,descobre fomes,
enfim..

Andreza disse...

"Clarice é a orgia das metáforas. Ela transforma o que sentimos em explicáveis, conversando com a individualidade oculta da alma, de forma a sempre acharmos que ela escreveu para nós.
Por ela ser além do humano, chegando a ser a coisa viva mais simples e feroz, penso que suas palavras sempre se tornarão verdadeiras verdades individuais e vivas, como uma nova chama que nos abraça e preludicamente nos aquece, que fortemente nos queima e ferozmente se apaga."

Andreza Aparecida Pires de Souza Oliveira, Salvador - Bahia, 30/07/2010.