.

Blog Clarice Lispector: meio milhão de visitas

.

O Blog Clarice Lispector completou meio milhão de visitas! Obrigado a todos os clariceanos e clariceanas. O Blog disponibiliza aos leitores de Clarice um selo comemorativo.

Olhara-o e descobrira na sua trêmula vitória a mesma perturbação. Ele lhe trouxera timidamente um grito. Fitaram-se um instante e tudo era indeciso, frágil, tão novo e nascente.
Clarice Lispector - O Lustre, trecho.


16 Clariceanos:

Eliakim - www.geoabrangencia.blogspot.com disse...

É uma honra dividir este título com todos os amantes dessa mulher que revolucionou as entrelinhas da poesia

Maíra disse...

Amo Clarice por demais, me identifico com a forma que ela diz o "quem sou eu"... Estou seguindo. Convido a conhecer o meu cantinho mairacintra.blogspot.com. Bjo

Rafael disse...

meu blog voltou ao ar.
gostei do texto.
abraços.
rafa calvin

Felicidade Clandestina disse...

Parabéns Claricean@s!

Fênix27 disse...

Boa noite, nem sei o que comentar tão emocionada como estou. Sou igual a todos os seus fãs, adoramos tudo que escreve. Bem claro já sou sua mais nova seguidora.
Tenha um lindo final de semana.Espero que me visite, ficarei muito feliz e grata.
Bjos.

Pedro Antônio disse...

Parabéns!

O blog é maravilhoso e a Clarice está no nosso coração! Continuem com esse projeto lindo!

Um abração!

Pedro Antônio

Fênix27 disse...

Este blog é genial,uma grande escritora como foi Clarice Lispector,merece ter todo nosso reconhecimento.E ainda esta ao alcance de todos conhecer suas obras.Prabens ao administrador deste blog.
Felicidades.

Le disse...

Que venham mais meio milhão de visitantes! Parabéns
Acho Clarice Lispector uma escritora inspiradora, de grandes verdades e sentimentos axalando.
Dê uma passadinha lá comoeudisse.blogspot.com

Beijos!

isabelsantana2011@hotmail.com disse...

Que blog maravilhoso!!!
Amamos Clarice Lispector.Deixo o blog Belas Artes Médicas.Um grande
abraço.

Ana Marcia disse...

ola, será que alguem pode me ajudar, ha muitos anos atras li uma carta como se fosse de uma pessoa terminado um relacionamento, quando terminei de ler me falaram ler de baixo para cima ou ao contrario, sei que no final fiquei sabendo que era da =Clarice Lispector, quero muito ter a oportunidade de le-la novamente, signifca muito pra mim

P o e s i @ e m F o c o ! disse...

É sempre maravilhoso ler textos instigantes com o da Clarice Lispector,quem já leu,percebeu a força da paixão que as palavras dela imprimem.Parabéns ao idealizador do blog,parabéns ao grande acesso.UM BEIJO NO CORAÇÃO EUM AFAGO NA ALMA...

Blog Clarice Lispector disse...

Ana Marcia,

O texto a qual se refere deve ser esse (postado abaixo). No entanto, esse texto não é de Clarice Lispector.

Não te amo mais.
Estarei mentindo, dizendo que
Ainda te quero, como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci.
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade:
É tarde demais...

Amanda Lemos disse...

Gostei bastante do Blog.
Muito interessante !

É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
http://bolgdoano.blogspot.com/

Muito Obrigada, desde já !

Recanto das Citações disse...

Olá, adoro Clarice e sou fã de suas obras... Parabéns pelo espaço aqui dado para essa joia rara.

Cristina Lira disse...

Simplesmente, amei!

Maria Fernanda Alvarez disse...

Amo Clarice, sua sensibilidade me toca profundamente.
Sou colecionadora de livros e dela me faltam um ou dois títulos..Infelizmente as editoras não reeditam alguns textos preciosíssimos!O jeito é recorrer aos sebos em busca das primeras edições.Acabei de encontrar no site livronauta.com.br uma primeira edição do livro `Onde estivestes de noite?` e bem barato!!Ganhei na loteria rsrsrs.
Recomendo esse site aos leitores vorazes que torram o salário como eu...
Parabéns por difundir e ajudar a eternizar sua obra, sinto por quem a ama, como eu, uma espécie de intimidade e `parentesco`...Beijos